Atraindo olhares do seu público: sobre uma publicidade visual de sucesso

Posted on

“Não somos impulsionados pela realidade, mas sim por nossa percepção da realidade”. A frase é de Anthony Robins que, além de estrategista, escritor e palestrante norte-americano é também considerado um dos responsáveis pela popularização da Programação Neurolinguística (PNL).

Entendemos que trazer essa percepção da realidade é função da área de marketing e, para que isso seja possível, trabalhar com imagens é fundamental. Sendo assim, para início de conversa temos uma pergunta:

Você sabia que nós, seres humanos, levamos mais tempo para processarmos palavras do que imagens? A explicação para isso é simples: o cérebro humano decifra os elementos de uma imagem instantaneamente.

O que isso significa? Muito além do que dizer que uma imagem vale mais do que mil palavras, uma imagem bem apresentada em um e-mail, banner, pop-up, catálogo de produto ou site pode ser a responsável pelo seu cliente iniciar na jornada de compra.

Por isso, falamos de Publicidade Visual

Na grande maioria dos casos, a imagem em uma fotografia ou a representada em quadros em um vídeo é o gatilho para gerar o engajamento entre seu produto/serviço e cliente. Preços e descrições – especialmente quando falamos de catálogos de produtos – desempenham um papel importante, mas é a imagem que, em um primeiro momento, atrairá a atenção.

E como se destacar na Publicidade Visual?

A regra aqui é clara: deixe isso com um profissional. Infelizmente, ainda existem muitas empresas que cometem o erro de pensar que podem reduzir os orçamentos tirando suas próprias fotografia de produtos – ou gravando seus próprios vídeos – utilizando dispositivos como telefones celulares ou equipamentos de iluminação de baixo nível.

Contudo, quando falamos em profissionais, não estamos falando em equipes de fotógrafos e cinegrafistas tirando fotos ou realizando filmagens em uma locação que acaba gerando altos custos para a empresa. Para obter destaque na publicidade visual (e na concorrência de modo geral), é preciso tirar esse cenário da cabeça e passar a adotar uma tendência já muito utilizada lá fora: a técnica conhecida por Imagem Gerada por Computador (Computer Generated Imagery – CGI).

Atraindo olhares do seu público

Falamos sobre isso neste artigo, mas para você entender, CGI trata de fazer com que o irreal se transforme em real, permitindo que o marketing tenha flexibilidade para apresentar seus produtos exatamente como a empresa deseja que seus atuais e futuros clientes os vejam.

Com o Computer Generated Imagery e seu modelo 3D, as imagens podem ser utilizadas para passeios de produtos em seu site, animações e aplicativos para dispositivos móveis. Além disso, com essas imagens em um ambiente de Realidade Virtual seus clientes podem testar seu produto e ter uma experiência muito mais próxima do real.

Aliás, a Realidade Virtual pode – e deve – ser utilizada para imagens em catálogos de produtos. Assim, ao invés de textos explicando detalhes do que está sendo oferecido, as pessoas conseguem visualizar cada característica do produto. É como se a imagem de um catálogo saltasse do papel e fosse ampliada na frente de quem está com o catálogo e um aplicativo de celular em mãos.

Cada vez mais a publicidade preocupa-se em proporcionar experiências imersivas (o Marketing de Experiência explica isso). Por isso, ao falarmos em publicidade visual propriamente dita temos que procurar ao máximo possível combinar os mundos físico e digital, possibilitando que consumidores se conectem com um produto antes, durante e depois da jornada de compra. Isso também é possível graças à Realidade Aumentada, uma outra tecnologia aliada ao marketing que explicamos aqui.

Não podemos esquecer do e-commerce!

Claro que quando falamos em publicidade visual temos que lembrar das imagens apresentadas em sites de e-commerce, que, aliás, vêm crescendo no Brasil. Para você ter uma ideia, o e-commerce em nosso país fechou 2016 com faturamento de R$ 44,4 bilhões, crescimento nominal de 7,4% em relação a 2015.

Isso significa que a concorrência nesse meio vem aumentando ano após ano, o que, por consequência, exige que empresas tenham um site não apenas funcional e user-friendly, mas também que apresentem seus produtos de forma muito mais atraente.

Aqui, mais uma vez a dica é usar e abusar especialmente das Imagens Geradas por Computador, que possibilitam imagens muito mais nítidas, atualizadas, melhores acabadas do que os métodos tidos como tradicionais, e no cenário que você desejar.

Para resumir

Se a publicidade visual é cada vez mais explorada é necessário pensar em como a tecnologia pode atuar para fazer com que imagens e vídeos sejam mais atraentes aos olhos do público-alvo.

Empresas que querem manter-se competitivas – inclusive no mundo do e-commerce – devem ver a qualidade de suas imagens e vídeos não como uma opção, mas sim como uma necessidade.

Que tal alavancar a Publicidade Visual de sua empresa com conceitos como Imagens Geradas por Computador (CGI) e Realidade Aumentada? Para entender mais do assunto entre em contato conosco. Será um prazer conversar com você! E se este artigo foi útil, fique à vontade para compartilhá-lo com seus colegas. Até a próxima!

Category : Animação Técnica, Imagens de Produto, Motion Graphics, Realidade Aumentada, Vídeos de Produto , , , ,

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *