Case de Projeto | STI Norland

Fundada em 1996 na cidade de Pamplona (Espanha), a STI Norland foi pioneira na Europa no desenvolvimento de estruturas fixas e trackers solares. Em 1998, projetou sua primeira estrutura solar fotovoltaica e, em 2002, lançou seu primeiro tracker solar no mercado.

Desde então, a STI Norland está envolvida no desenvolvimento das mais importantes usinas de energia solar do mundo, fornecendo trackers solares e estruturas fixas e realizando sua montagem eletromecânica em projetos em todo o mundo.

No final de 2019 a empresa procurou a Signia Digital após ter visto um vídeo desenvolvido para um outro cliente. “Eles ficaram impressionados com a qualidade das imagens em 3D. Junto com isso, nosso histórico de trabalho com imagens hiper-realistas fizeram com que a STI apostasse e investisse na Signia”, lembra Luciana Almeida, gerente de contas da Signia.

A seguir contamos um pouco dos resultados dessa parceria.

Realidade Aumentada (Augmented Reality – AR)

O interesse pela realidade aumentada por parte da STI surgiu para suprir um problema: o de conseguir mostrar aos clientes os trackers solares. Como são produtos difíceis de transportar e que exigem um espaço considerável, apresentá-los para que possam ser analisadas as diferenças e características era algo difícil de ser feito.

Com um aplicativo de realidade aumentada desenvolvido pela Signia, a visualização dos modelos de trackers passou a ser facilitada. Dentro do app o usuário consegue ver quatro modelos em AR e é capaz de interagir com cada um deles com toques na tela do dispositivo móvel.

Além de permitir a visualização dos trackers de uma forma muito mais interativa do que se os mesmos fossem apresentados em tradicionais vídeos apenas, as imagens em 3D possibilitam que sejam também analisados detalhes importantes sobre a fixação dos painéis.

Graças ao aplicativo, a equipe de vendas passou a ter em mãos maneiras mais palpáveis (e bem realistas) de apresentar seus produtos aos clientes.

Realidade virtual (Virtual Reality – VR)

A Signia Digital também desenvolveu todo o projeto de realidade virtual para a STI. A ferramenta será utilizada em feiras e como apoio da equipe de vendas.

A realidade virtual é apresentada em um showroom no qual o cliente, ao colocar os óculos, é transportado para um espaço possui três andares e o cliente pode movimentar-se em cada um deles para ter uma visão melhor e interagir com os equipamentos. Além disso, o usuário pode fazer um passeio virtual em um campo aberto ocupado por trackers.

Em cada tracker é possível obter mais informações. Para isso, basta apontar o controle em direção a ele, clicar e uma tela com conteúdo escrito é aberta.

Site

O sucesso da ferramenta de realidade virtual fez com que a STI contasse com a Signia Digital para criação do site que será lançado no segundo semestre de 2020. Foi assim que a Signia desenvolveu todo o projeto de identidade visual, ou seja, não apenas a parte da programação em si, mas também o design e o conteúdo.

“Unimos todas as nossas competências e as aplicamos no site da STI”, conta Luciana, que explica que o site possui imagens e vídeos 3D, transições, realidade aumentada e realidade virtual.

“Nosso diferencial é que o cliente, ao nos contratar, pode concentrar todo o setor de mídia em um único fornecedor. É isso que comprova o site que desenvolvemos para a STI, pois ficamos responsáveis pelo desenvolvimento completo da experiência”, resume Marcus Vinícius, diretor de arte e projetos da Signia.  

Dificuldades e diferenciais do projeto

Marcus conta que a equipe de engenharia da STI enviou todos os arquivos em 3D. Dessa maneira, de acordo com ele o trabalho da Signia foi mais em pensar no lado criativo do projeto do que na adequação técnica.

“Tínhamos que conseguir comunicar em imagens todas as questões técnicas que são imperceptíveis para quem não é da área. E precisávamos fazer isso de forma realista e que ao mesmo tempo ficasse bonito esteticamente”, explica o profissional.

Além disso, ele conta que foi a primeira vez que a Signia fez um vídeo 360º para óculos de realidade virtual. Aliás, para este projeto também teve outra novidade: o uso do óculos Quest, o qual possui um hardware mais avançado que o óculos GO que era utilizado anteriormente.  

Próximos passos

Graças ao sucesso das ações realizadas até o momento, e o retorno positivo dos seus clientes com as experiências imersivas proporcionadas pela realidade virtual e realidade aumentada, a STI e a Signia já estão com mais projetos em andamento

Cases de projetos

Fornecer aos nossos clientes recursos visuais da mais alta qualidade dentro do prazo e do orçamento é nossa maior prioridade.

Saiba mais sobre como o hiper-realismo vem impactando nossos clientes, como nossos projetos são criados e conheça nossos trabalhos mais recentes.

Ver Cases de projetos
Voltar