Como Realidade Aumentada e mídias sociais podem andar juntas?

A Realidade Aumentada (RA) projeta imagens geradas por computador em algo real. Simplificadamente, seu objetivo é aumentar a realidade (como o próprio nome sugere) para aprimorar nossas experiências.

É o que acontece, por exemplo, quando você tira uma foto sua no Instagram e utiliza algum filtro para, por exemplo, adicionar orelhas de gato em seu rosto. Apesar de a RA ser vista como um meio de diversão, seu potencial é enorme.

Setores como construção civil, varejo, de treinamentos, marketing, entre outros, já têm exemplos de utilização da Realidade Aumentada. À medida que a tecnologia evolui e se torna mais acessível, mais usos vemos para ela. É o caso das redes sociais, que têm se mostrado um campo vasto para a Augmented Reality.

Falando nisso: o que o futuro reserva para Realidade Aumentada e mídias sociais? Qual o impacto da tecnologia em plataformas como Instagram, Facebook e outras?

Realidade Aumentada e mídias sociais

A principal razão do sucesso da dupla Realidade Aumentada e mídias sociais é a imersão. Como já vimos em outras situações e abordamos em outras oportunidades aqui nos InSights, quanto mais imersiva for uma experiência, maior será a probabilidade de ela se traduzir em vendas para uma determinada marca ou empresa.

Sobre redes sociais, grande parte do sucesso da RA se deve ao Snapchat. Os usuários da rede podem dar vida às suas atualizações com filtros e lentes AR. Exemplos iguais vêm do Instagram e do Facebook. Inclusive, o Facebook anunciou que mais de um bilhão de pessoas já utilizaram filtros de Realidade Aumentada no Instagram, Messenger e próprio FB.

Uma prova de que Realidade Aumentada e mídias sociais formam uma dupla de sucesso está nas celebridades (como Ariana Grande, Anita e Rihanna) que já desenvolveram filtros para serem utilizados por usuários nas mídias. A mesma tendência é seguida por empresas, as quais também utilizam filtros para comunicação e engajamento com público-alvo.

Por exemplo, seguidores da Dior conseguem utilizar o filtro KaleiDiorscope para testar óculos. A Yves Saint Laurent Beauty apostou na logomarca YSL em fonte garrafal e bastões de led para dar ao usuário a sensação de estar rodeado pela iluminação. Além disso, o filtro da marca aplica rímel nos cílios, delineador contornando os olhos e blush nas bochechas.

E não são só marcas de beleza que apostam na tecnologia. O Hotel Urbano criou também filtros divertidos nos stories, com frases que aparecem em cima da cabeça do usuário (ao tirar uma foto com câmera frontal) e logomarca “desenhada” nas bochechas com um toque de maquiagem nos olhos.

Para comemorar a abertura de sua guide shop em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, a Amaro também seguiu a tendência da Realidade Aumentada e mídias sociais. A empresa disponibilizou um filtro com duas opções de frases que aparecem como balõezinhos em cima da cabeça do usuário.

Realidade Aumentada impactará cada vez mais as redes sociais

A tendência é que a utilização da RA nas mídias sociais cresça e consiga tornar a experiência de compra dentro dos perfis muito mais envolvente, com pessoas provando produtos dentro das próprias redes.

A tecnologia promete tornar as mídias sociais mais interativa e orientada para 3D. Como sabemos, uma ótima experiência em RA é altamente compartilhável. Ou seja, se você criar experiências incríveis de Realidade Aumentada para seu público-alvo (como lentes, jogos e outras), as pessoas desejarão compartilhar os resultados com seus amigos em suas redes sociais.

E que maneira de conseguir atingir um grande número de pessoas com uma única ação? Simples: mostrando-se presente no lugar que a maioria das pessoas que se interessa pela sua marca se encontra, ou seja, nas mídias sociais.

Caso você queira ver na prática como funciona uma experiência de RA, baixe gratuitamente nosso aplicativo e siga os passos abaixo:

Gostou deste artigo? Para mais conteúdos como este, acesse os InSights da Signia Digital.

Voltar