Project Case | Kuhn

Signia Digital desenvolve mais de 30 imagens e vídeos para a Kuhn

A Kuhn é líder mundial na indústria de implementos agrícolas. Possui fábricas em três continentes e centros de distribuições e importadores em mais de 100 países. A empresa tem um amplo portfólio de equipamentos, atuando fortemente nos mercados de pulverização, plantio, alimentação animal, fenação e distribuição de fertilizantes.

Em 2019 iniciou o processo de atualização de seus sites de todas as unidades espalhadas pelo mundo. Como tirar fotos de máquinas agrícolas para colocar nas páginas virtuais é um processo mais trabalhoso, eles enxergaram na Signia Digital uma ótima solução para a construção do site da Kuhn aqui no Brasil: criação de fotos em 3D com fundo neutro dos produtos.

A escolha do fornecedor precisava ser validada com a matriz, na França. Então, a Kuhn Brasil enviou aos franceses uma imagem 3D que a Signia havia criado para uma outra oportunidade. Sérgio André da Silva, coordenador de novos negócios da Signia, conta que a matriz só percebeu que se tratava de uma imagem hiper-realista – e não de uma foto tradicional – no final do projeto.

O fato prova o poder do CGI (Computer-Generated Imagery, em português Imagens Geradas por Computador) desenvolvido pela Signia. Neste case compartilhamos um pouco do processo, que contou também com o desenvolvimento de vídeos.

Desenvolvimento de imagens

Ao todo a Signia Digital desenvolveu cerca de 35 imagens que compreenderam basicamente toda a linha de produtos da Kuhn fabricados no Brasil. Elas foram entregues em alta resolução, o que significa que podem ser utilizadas não apenas no site, mas em materiais impressos, banners, outdoors etc.

Para a produção dos materiais a equipe da Signia manteve contato frequente com o gerente de marketing e o time de engenharia da Kuhn. Esse contato foi fundamental para o resultado, pois cada equipamento a ser retratado tinha suas particularidades.

Diego Röpke, artista 3D, foi o responsável pelo desenvolvimento das imagens e por um dos vídeos. Ele conta que durante o processo de criação algumas máquinas da Kuhn estavam passando por modificações na parte de engenharia, ou seja, estavam sendo atualizadas.

Algo que vale destacar é que, se as imagens fossem desenvolvidas por captação fotográfica normal, o projeto teria que ser interrompido até as máquinas ficarem prontas. Como a Signia desenvolve imagens em CGI, o fato de a engenharia da Kuhn estar trabalhando em algumas alterações nos equipamentos ao mesmo tempo em que a Signia desenvolvia os materiais, não impediu o trabalho de ser executado.

Isso porque uma das vantagens do CGI é justamente o fato de não ser necessário ter um produto totalmente pronto para que peças de marketing – como fotos e vídeos – sejam criadas.

Ainda sobre o desenvolvimento dos materiais, Marcus Vinícius, diretor de artes e projetos, conta que a parte técnica estava toda dividida dentro da Kuhn. Para contornar o problema, um engenheiro da Signia foi levado até a empresa para juntar todos os arquivos técnicos. Em seguida, esses arquivos foram enviados para a Signia para que os profissionais pudessem dar início à execução. Todo este processo foi feito mediante a assinatura de um contrato de confidencialidade entre as empresas.

Sobre o processo de criação propriamente dito, Marcus detalha que primeiramente foram geradas as imagens preview junto com referências de fotos que a Kuhn tirava e enviava à Signia.

Desenvolvimento de vídeos

Este projeto teve o desenvolvimento de dois vídeos. Para que os profissionais da Signia conseguissem entender com exatidão como as máquinas funcionavam, a Kuhn enviou vídeos apresentando os equipamentos em operação em um ambiente real. A empresa também passou uma orientação sobre os benefícios que gostariam de destacar (para cenas mais focadas).

“Eles nos passaram exatamente os pontos que queriam ressaltar. Conseguimos aproveitar uma parte técnica que tínhamos recebido para gerar imagens”, fala Diego, que complementa: “pegamos o lado artístico de passeio de câmera e juntamente com a parte técnica fizemos os vídeos para apresentar uma máquina com alto desempenho e de grande porte”.

Os vídeos apresentam também o funcionamento geral das máquinas, incluindo cenas que mostram as partes internas dos equipamentos.

Marcus ressalta que os vídeos enviados pela Kuhn, mostrando como a máquina se comporta, foram essenciais para que o material desenvolvido fosse fiel à realidade. “Tínhamos um direcionamento muito claro em relação ao ponto que deveríamos chegar”, diz.

Desafios do projeto

O principal desafio, de acordo com Diego, foi a alta complexidade das imagens, pois para retratar os aparelhos de forma realista a Signia precisou entender desde detalhes mais técnicos até os mais específicos (como posicionamento do braço e cor do parafuso, por exemplo).

Para superar esses desafios, Diego comenta que a disponibilidade da equipe de engenharia da Kuhn foi fundamental. “Quando vamos criar vídeos e imagens em 3D, precisamos saber exatamente a cor, a posição, a escala do modelo e muitos outros detalhes. Sempre que temos um contato direto com a parte de engenharia, que foi o que aconteceu neste projeto, conseguimos nos manter 100% fiéis à realidade”.

Especificamente com relação aos desafios do vídeo, Marcus relembra que uma dificuldade enfrentada foi na representação do feno sendo moído pela máquina. Em algumas cenas do vídeo foram utilizadas partículas, mas em outras, por questões de prazo, a Signia teve que encontrar uma outra solução.

Nas palavras de Marcus: “utilizamos uma técnica para conseguir atender o prazo ao mesmo tempo que a qualidade visual é respeitada”.

Ao todo, as imagens levaram nove meses para serem concluídas devido à alta complexidade e da necessidade de entender com exatidão detalhes de cada máquina. Dos dois vídeos, um levou 20 dias e outro cerca de 10.

Este foi o primeiro trabalho que a Signia Digital desenvolveu com a Kuhn. Aguardamos novos projetos em breve.

Cases de projetos

Fornecer aos nossos clientes recursos visuais da mais alta qualidade dentro do prazo e do orçamento é nossa maior prioridade.

Saiba mais sobre como o hiper-realismo vem impactando nossos clientes, como nossos projetos são criados e conheça nossos trabalhos mais recentes.

Ver Cases de projetos
Voltar