Realidade Aumentada na publicidade: exemplos de usos

Augmented Reality in Advertising

Como é o uso da Realidade Aumentada na publicidade?

Anúncios entre um vídeo e outro no Youtube, nos outdoors, nas redes sociais, em websites e revistas. Resumindo: anúncios em todo lugar. Para fazer seu negócio se destacar no meio de tantos estímulos visuais, você sabe o caminho das pedras: conhecer o público para, então, elaborar a mensagem certa e transformá-la em algo que chame a atenção. O desafio? Conteúdo atraente.

A tudo isso, existe um agravante que faz o caminho das pedras ser ainda mais tortuoso: a maioria das pessoas já conhece aqueles velhos truques da publicidade de “compre agora antes que seja tarde demais”, “melhor preço do ano” e a lista segue. Nos dias atuais, antes de fazer uma compra a maioria de nós pesquisa, olha em volta e analisa. Como profissional de marketing, sua função é a de encontrar a maneira certa de chamar a atenção do seu público. É aí que entra a Realidade Aumentada na publicidade.

Do inglês Augmented Reality, a Realidade Aumentada (RA) cria, através da interatividade, uma conexão emocional entre marca e público. Por ser uma estratégia que você não deve ignorar, neste artigo explicaremos os usos da Realidade Aumentada na publicidade e como é a criação de uma campanha.

Do que trata a Realidade Aumentada na publicidade?

No artigo sobre aplicações da Realidade Aumentada, explicamos que quando falamos em RA estamos nos referindo à inserção de objetos virtuais no ambiente do mundo real. Graças à interatividade e aos seus efeitos imersivos, uma de suas funções é a de envolver os usuários emocionalmente. Por esse motivo, a Realidade Aumentada consegue ser mais eficaz em engajar o cliente do que os meios tradicionais de publicidade.

Qualquer tablet ou smartphone pode ser uma ferramenta de Ra, desde que os usuários instalem aplicativos para tal. Atualmente, são as plataformas móveis a maneira mais popular de publicidade com Realidade Aumentada. Confira alguns exemplos de aplicação da técnica.

Exemplo 1 de Realidade Aumentada na publicidade: Walking Dead Scary Shelter

É possível utilizar a técnica nos vídeos marketing, fazendo com que o público visualize um produto, por exemplo, de forma imersiva. Mas, talvez, os maiores cases da Realidade Aumentada na publicidade sejam ao ar livre. Um dos exemplos da utilização da técnica foi para a campanha promocional da nova temporada de Walkind Dead. Vídeos de RA foram transmitidos em pontos de ônibus, mas, diferentes de um vídeo tradicional, nesse caso as pessoas sentiam-se como participantes:

Observe que, como no exemplo acima, a Realidade Aumentada na publicidade não necessariamente faz com que público interaja diretamente com o conteúdo. Todavia, seu grande fator de destaque é que ela causa uma resposta emocional.

Exemplo 2 de realidade aumentada na publicidade: Burger King

Outro grande exemplo do uso da realidade aumentada na publicidade é o caso da Burger King. Nessa campanha publicitária, usuários usavam o aplicativo de realidade aumentada da marca para “queimar” anuncios e propagandas do maior concorrente da rede.

Em seguida, os usuários ganhavam um cupom eletrônico valendo um sanduiche grátis em qualquer loja da rede.

Exemplo 3 de Realidade Aumentada na publicidade: Lojas Ikea

Agora falaremos da RA em dispositivos móveis, que hoje em dia possibilitam uma infinidade de aplicações. Rastreando dados do GPS do usuário é possível executar uma publicidade de realidade aumentada hiperlocal eficaz. Em um supermercado você pode, por exemplo, direcionar o cliente para as prateleiras com seus produtos.

Outra aplicação é na experimentação virtual, que é quando o usuário consegue, por um aplicativo, ver como ficaria determinada cor de tinta na parede de sua casa, um esmalte nas unhas, uma mesa em sua sala etc.

Como é a criação de uma campanha de Realidade Aumentada?

Existem diversas maneiras de criar uma campanha com Realidade Aumentada. O primeiro passo é definir os interesses de seu público-alvo para, então, definir a estratégia. Para aplicativos o conteúdo varia, pois os apps podem incluir informações de texto e gráficos, vídeos interativos e até jogos.

O tempo e o custo do desenvolvimento de Realidade Aumentada dependem do conteúdo e da funcionalidade que o aplicativo AR tem a oferecer. Quanto mais gráficos e animações você precisar, mais complexo será o desenvolvimento.

Para as experiências de realidade aumentada em telas grandes, apesar de elas não oferecerem muita interatividade como no caso de vídeos interativos e jogos, a RA deve ser bem detalhada e realista, com criação de gráficos e animações de alta qualidade.

Podemos ter a Realidade Aumentada na publicidade utilizada em mídia impressa. Elas são amplamente utilizadas, e nesse caso são adicionados animações em 3D ou vídeos interativos simples a serem visualizados por um aplicativo RA.

Dentre as fases, destacamos três:

  • Design (criação de interface do usuário e experiência do usuário)
  • Programação
  • Teste

Concluindo

A Realidade Aumentada na publicidade tem se mostrado cada vez mais eficiente. A L’Oréal, por exemplo, teve uma taxa de conversão de 80% entre os usuários de seu aplicativo de beleza (virtual try-on). E além de mais eficiente, a técnica tem se tornado mais acessível, possibilitando o uso por pequenas e médias empresas.

Que tal fazer uma experiência de Realidade Aumentada nesse exato momento? É muito simples! Pegue seu smartphone ou tablet e siga as instruções na imagem abaixo!

Realidade Aumentada
Realidade Aumentada